Se todo mundo colaborar, conseguimos acabar com a dengue!

A melhor forma de se proteger do mosquito é evitar que ele se desenvolva.

Atalaia_blog01 (1)

O que faz o Aedes Aegypti diferente de outros mosquitos é que seu corpo apresenta várias pintinhas brancas. Este inseto apresenta hábitos diurnos, ou seja, faz suas vítimas durante o dia. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) estima–se que cerca de 80 milhões de pessoas são infectadas anualmente em todo o mundo.

Com sintomas semelhantes e mesmo transmissor que o vírus da dengue, a febre Chikungunya já afetou mais de 1.106 brasileiros. Os dados mais recentes do Ministério da Saúde registram mais de 300 casos confirmados por critério laboratorial e 991 por critério clínico-epidemiológico.

Qualquer local limpo e com água parada serve de “berço” para os ovos do Aedes Aegypti. A melhor forma de se proteger do mosquito é eliminar os criadouros. Medidas simples como não deixar acumular água em garrafas, pneus, vasos de plantas e etc. ajudam no combate a doença.

Para conseguirmos erradicar a doença, é preciso que toda população adote medidas preventivas. Pensando nisso, o Ministério da Saúde criou um número para receber queixas sobre locais que possam abrigar as larvas do mosquito.

Você tem algum lugar que possa ser criadouro de dengue? Denuncie pelo número: 0800 770 5870