Não deixe seu corpo desidratado

A desidratação, caracterizada pela baixa concentração de água, sais minerais e líquidos orgânicos no corpo, afeta pessoas de todas as idades

BlogEx02 (2)

A desidratação é uma doença que se caracteriza pela baixa concentração não só de água, mas também de sais minerais e líquidos orgânicos no corpo, a ponto de impedir que ele realize suas funções normais. Nos dias quentes, costuma afetar pessoas de todas as idades por causa da transpiração excessiva e pouca ingestão de líquidos, mas é especialmente perigosa para as crianças, recém-nascidos, lactentes e idosos.

A doença ocorre quando a água eliminada pelo organismo através da respiração, suor, urina, fezes e lágrimas não é reposta adequadamente. São características da desidratação leve e moderada: sede exagerada, boca e pele secas, olhos fundos, ausência ou pequena produção de lágrimas, diminuição da sudorese e, nos bebês, a moleira afundada. Dor de cabeça, fraqueza, cansaço, sonolência, tonturas, e aumento da frequência cardíaca também podem estar associados aos episódios de desidratação. Nos casos de desidratação grave, também há a queda de pressão arterial e perda de consciência.

Diagnóstico
O diagnóstico de desidratação baseia-se essencialmente na avaliação clínica, mas pode ser necessário realizar alguns exames simples de sangue, fezes e urina para identificar a causa e o grau de gravidade da enfermidade.

Tratamento
Nos casos de desidratação leve e moderada, o consumo de muita água potável em goles pequenos e intervalos curtos pode ser o suficiente para reidratar o organismo. É importante também manter a pessoa em ambiente com temperatura amena para evitar a perda de água pelo suor. Para o tratamento da desidratação nos primeiros seis meses de vida do bebê, o leite materno é o recurso recomendado.

Nos casos de desidratação grave, além de procurar seu médico com agilidade, a reidratação deve ser feita com o soro oral .

Para evitar a desidratação, beba bastante líquido, pelo menos dois litros por dia e certifique-se que as crianças e idosos estão se hidratando corretamente. O consumo de frutas, legumes e verduras ajuda na ingestão de líquidos. Evite praticar esportes e também a exposição excessiva ao sol das 10h às 16h.

Tags:, ,