Conheça o Painel Genômico

Saiba como a genética e o estilo de vida podem influenciar a saúde.

exame_blog

Se antes as doenças eram tratadas, hoje o objetivo é evitar que elas apareçam. Essa é a era da saúde, que começou com o advento das vacinas, foi intensificada com os check-ups, que apontam problemas em seus primeiros estágios, e chega agora a um novo patamar: os testes genômicos, capazes de descobrir fatores de risco para o desenvolvimento de condições específicas de saúde e apontar as melhores atividades físicas e dietas alimentares para cada pessoa.

Como a expectativa de vida, no último século, aumentou 30 anos, de acordo com o neurocientista Steven Rehen, professor do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade Federal do Rio de Janeiro, esse tempo precisa ser vivido com saúde.

Oferecido pelo Laboratório Exame de forma pioneira, o painel genômico é uma ferramenta indispensável. “O Painel Genômico de Nutrição e Resposta ao Exercício oferece informações importantes que ajudam a entender como a genética e o estilo de vida podem influenciar a saúde do indivíduo”, diz nosso médico endocrinologista, Dr. Sergio Vencio. Com esses dados em mãos, a pessoa pode adotar medidas preventivas para manter uma boa qualidade de vida. É necessária uma simples amostra de saliva para mapear e analisar mais de 140 marcadores genéticos, produzir um relatório personalizado com informações que ajudam a entender como a genética de um indivíduo afeta sua resposta à dieta, nutrição e à prática de exercícios. Os principais itens avaliados são:

  • tipo de dieta (baixo teor em gorduras e carboidratos, mediterrânea ou balanceada;
  • traços de comportamento alimentar (a necessidade de lanchar entre as refeições, fome e saciedade, desinibição alimentar, desejo por certos alimentos);
  • necessidades nutricionais (como as vitaminas B6, B12, A, D, E e folato);
  • reações  a  alimentos  (metabolismo  da  cafeína,  gosto amargo e intolerância à lactose e rubor facial induzido por álcool);
  • relação entre corpo e peso (recuperação do peso perdido, metabolismo, níveis de adiponectina –hormônio que regula processos metabólicos – e obesidade);
  • exercícios  (treino  de  resistência  e  musculação,  força muscular, resposta a exercícios, respostas de sensibilidade à insulina, perda de peso e gordura corporal, pressão sanguínea e padrão de colesterol).

É importante lembrar que o resultado desse painel não deve ser visto como sentença. A maioria das doenças é multifatorial e nossos gostos pessoais devem ser respeitados, afinal a felicidade é parte importante da saúde. Assim como a predisposição a um tipo de doença não significa necessariamente que ela será desenvolvida, exames como esse são instrumentos que apontam fatores de risco para que você possa evitar ou retardar complicações com a adoção de medidas específicas. “A pessoa que realiza esses testes poderá contar com dados importantes para o resto da vida em relação à medicina preventiva”, explica.

Clique para mais informações e conhecer as unidades que oferecem esse exame:

http://www.laboratorioexame.com.br/inovacao/painel-genomico

Tags:, , , , ,