Arquivo para categoria: Giro na saúde

Bebê a caminho? Saiba a importância do teste do pezinho

Conheça história e aplicação de um dos principais exames neonatais

exame_blog

Apesar de parecerem indefesos e frágeis, os bebês se adaptam de maneira mais fácil do que se imagina. Já em sua primeira semana de vida, conseguem reconhecer a mãe pela voz e pelo cheiro, se comunicam pelo choro e passam a identificar pessoas individualmente. No entanto, o recém-nascido necessita de uma série de cuidados. Entre eles, um exame é fundamental: o teste do pezinho.

O teste surgiu nos anos 1960 nos Estados Unidos, mas se tornou obrigatório em território nacional apenas em 1992, tendo chegado ao país na década de 1970 pelo programa Nacional de Triagem Neonatal (PNTN). O exame, que deve ser feito na primeira semana de vida da criança, é muito simples: bastam algumas gotas de sangue do calcanhar para que a fenilcetonúria – doença genética rara que faz com que alimentos que contenham a substância fenilalanina intoxique o cérebro, causando deficiência intelectual permanente – seja detectada.

Hoje, a evolução do teste permite que outras doenças também sejam diagnosticadas, como hipotireoidismo congênito e a fibrose cística. “Somando todas as técnicas passíveis de uso rotineiro na triagem neonatal, poderíamos testar mais de 60 doenças, sendo que boa parte delas já possui tratamento, que deve ser iniciado o mais rapidamente possível”, explica o Dr. Gustavo Guida, médico geneticista e nosso consultor.

ANTES E DEPOIS

Década de 60

Com poucas gotas de sangue embebidas em papel filtro, o primeiro método – simples, barato e rápido – detectava a fenilcetonúria. Isso permitiu que qualquer agente de saúde pudesse coletar material dos bebês, enviar para laboratórios e obter resultados confiáveis. Uma característica dos exames dessa época era o uso de métodos individuais para cada doença, aumentando o custo, o tempo de realização e o risco de interferências nos resultados.

Hoje

Com o uso de cromatógrafos de alta performance e espectrômetros de massa, sugerido pela primeira vez ainda no século passado, passando a realizar parte dos testes da triagem neonatal, foi possível ampliar o acesso, acelerar os resultados e aumentar sua confiabilidade, além de permitir com que em um único exame seja possível investigar múltiplas doenças. O Laboratório Exame realiza o teste do pezinho e oferece ainda a possibilidade do exame ser feito em casa, ou na localidade de preferência dois pais, sem custo adicional.

Estudo afirma que quase 350 milhões de adultos sofrem de diabetes no mundo

Número duplicou em comparação com as estatísticas de 1980

BlogEX01 (6)

A estatística divulgada no periódico científico The Lancet não é nada animadora: segundo pesquisa realizada pela Imperial College de Londres em parceria com a Universidade de Harvard, o número de adultos com diabetes em 2008 alcançou os 347 milhões – mais que o dobro do número calculado em 1980. Leia Mais

Comer devagar realmente pode ajudar na perda de peso

Estudo confirma que quem demora mais para comer ingere menos calorias

Blog04

Você provavelmente já ouviu a recomendação de que “é preciso mastigar 30 vezes antes de engolir”. Pois a dica tem fundamento: pesquisadores da Texas Christian University comprovaram que mastigar bastante e de maneira vagarosa não só ajuda o processo da digestão, como de fato dá uma força na dieta. Leia Mais

Dia Nacional da Mamografia é mais um alerta para a prevenção do câncer de mama

Exame é a melhor forma de detectar a doença ainda no começo

blogOutros

O Dia Nacional da Mamografia é comemorado desde 2008 no dia 5 de fevereiro, isto graças a um projeto de lei aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania. A data foi escolhida a dedo: é o dia em que os católicos festejam Santa Ágata, protetora contra as doenças mamárias e padroeira dos mastologistas. E, considerando que apenas um dia antes é comemorado o Dia Mundial do Câncer, esta é a melhor hora para divulgar a importância de marcar os exames para prevenir ou detectar a doença precocemente. Leia Mais

Bebês aprendem cantigas de ninar ainda no útero

Segundo estudo, tocar músicas durante a gravidez ajuda o feto a desenvolver a audição

BlogEX02

A ciência já havia sugerido que conversar com o bebê que ainda está na barriga da mãe e colocar músicas calmas no ambiente ajudam o feto a se desenvolver melhor, mas recentemente outra descoberta reforçou os benefícios do som para a criança – ela ajuda a desenvolver a sua audição e seu aprendizado. Leia Mais

Cheirinho de bebê

Perfume natural do recém-nascido causa reações de prazer e recompensa no cérebro

BlogEX01 (3)

É muito difícil encontrar alguém que não fique encantado ao pegar um bebê no colo: os dedos pequeninos, os pezinhos gordinhos, a expressão inocente… e aquele cheirinho que só os bebês têm. Não é cheiro de talco, não é cheiro de sabonete. É um cheirinho único e inexplicável que faz qualquer mãe se apaixonar perdidamente. Leia Mais